O Sistema Nacional de Saúde , do Reino Unido (NHS -National Health Service) est´a recrutar profissionais de saúde de outros países

A falta de profissionais de emergência médica, no Reino Unido é, inquestionavelmente, um problema. Por isso, o NHS decidiu enfrentar este problema e recrutar profissionais da Polónia, Austrália e Nova Zelândia. Até agora, o “Serviço de Ambulâncias de Londres” recrutou 175 destes profissionais da Austrália e Nova Zelândia. Os serviços de ambulâncias locais de Berkshire, Buckinghamshire, Hampshire and Oxfordshire começaram também a recrutar profissionais da Polónia.

 

Fonte: http://www.telegraph.co.uk/news/nhs/11366141/NHS-turns-to-Poland-and-Australia-for-paramedics-in-desperate-staff-shortage.html

Projecto Medilingua – Terceira reunião transnacional

A terceira reunião transnacional do projecto “Medilingua - Competências Vocacionais Avançadas em Língua Estrangeira para Profissionais de Emergência Médica” (2013-1-PL1-LEO05-37769) teve lugar nos dias 10 e 11 de Fevereiro de 2015, em Sofia – Bulgária. Representantes de todas as organizações parceiras participaram na reunião. Os parceiros dedicaram bastante tempo da reunião a discutir a eficiência da primeira unidade de formação, que já foi testada por alguns profissionais de emergência médica nos diferentes países e ainda sobre o trabalho no desenvolvimento das próximas unidades da plataforma. O registo dos materiais de aprendizagem em vídeo que serão adicionados aos exercícios na plataforma, também foram discutidos. Os parceiros decidiram que iriam colaborar com Ian Teague, que é o Director Assistente da Educação para o serviço Central de Ambulâncias do Sul (SCAS) no Reino Unido, no registo desses vídeos.

Leia mais...

Medilingua – oferecendo soluções de desenvolvimento

Para além de ser o coordenador transnacional do projecto Medilingua,  a Danmar Computers é também responsavel pela plataforma de formação (sistema de entrega), que é a base para todos os materiais desenvolvidos no âmbito do projecto. Este sistema é uma LMS (Learning Management System), mas altamente costumizada e adaptada para a utilização de conteúdos de formação  através de dispositivos móveis.

Leia mais...

Segundo Workshop de Disseminação na Alemanha

O segundo workshop de disseminação, na Alemanha, decorreu em Akkon-Hochsule (Berlim), no dia 21 de Janeiro de 2015 e nele participaram profissionais de emergência médica de diferentes áreas. Os participantes testaram a primeira unidade didáctica do curso, que agora inclui exercícios áudio e todas as recomendações provenientes deste workshop foram compiladas e tidas  em conta. O responsável didático respondeu às questões levantadas e os participantes contribuíram com um feedback bastante positivo que irá auxiliar-nos na melhoria futura da plataforma. Para além disso, o Serviço de Formação dos Bombeiros de Berlim já marcaram outra sessão para ser realizada este ano, no âmbito do programa do tema “Inglês Médico”!

O desenvolvimento do papel dos profissionais de emergência no Reino Unido

O parceiro do Reino Unido – CEE-  teve uma reunião com um parceiro local que forneceu informação detalhada  sobre a situação dos profissionais de emergência naquele país. Essas informações sugerem que certas mudanças podem ter implicações para a organização dos serviços e até mesmo implicações para financiamento.  O papel dos „paramédicos” desenvolveu-se desde o simples transporte (motorista de ambulância) até um papel muito mais autónomo do ponto de vista da emergência. Deste modo, no Reino Unido, estes profissioansi de emergência, estão na linha da frente, em termos de resposta , e são quem, na ausência de um médico, tomam decisões clinicas e administram autonomamente procedimentos clinicos.

Leia mais...

Formação de Profissionais de Emergência no País de Gales

Os participantes do Reino Unido recrutado pelo parceiros deste país: Europe Evaluation Company – EEC, inclui a Universidade de  Swansea em Gales. O país de Gales é uma das quatro nações que constituiem o Reino Unido e é localizado num dos extremos oeste do território. Apesar de não ser formalmente uma das línguas da União Europeia, o Galês é legalmente reconhecido como uma língua nacional no Reino Unido.É uma língua celta que é falada por cerca de 40% da população do país de Gales ( http://en.wikipedia.org/wiki/Welsh_language ). O Galês, como primeira lingua  encontra-se largamente concentrado no norte e  no oeste do País de Gales, com menor concentração nas áreas sul e este. Culturalmente, o uso do Galês para comunicação pode ser muito forte em determinadas  regiões do país e os profissionais dos serviços de emergência que necessitam de interagir com os pacientes de diferentes idades, contextos e estados de stresss, podem enfrentar barreiras linguistícas, se forem originários de  áreas diferentes do país.

Leia mais...